Cabo da PM é preso por extorquir dinheiro de comerciante para quem trabalhava como segurança privado

Publicado por
3 fevereiro 2017 21h18

Delegada Patrícia Domingos detalhou a prisão do cabo da PM (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

O policial atuou, de forma ilegal, como vigilante durante oito anos. Captura ocorreu na quinta (2), no momento em que o cabo recebia R$ 10 mil, que havia exigido.

Do G1 PE

Um policial militar de Pernambuco foi preso em flagrante, na quinta-feira (2), por extorquir dinheiro do ex-patrão, para quem fazia segurança privada. A captura ocorreu no momento em que o cabo, lotado no 6º Batalhão da PM, em Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, recebia uma sacola com R$ 10 mil, entregue pelo comerciante, que estava sofrendo ameaças.

De acordo com a delegada Patrícia Domingos, da Delegacia de Crimes contra a Administração Pública, o cabo trabalhava para o comerciante há oito anos. Mesmo sendo contra a lei, exercia a função de segurança privada. Recentemente, o PM foi demitido e passou a fazer ameaças veladas ao ex-patrão.

A delegada informou que o cabo ligava para o comerciante e exigia a entrega de R$ 20 mil. “Ele dizia que não era mais o amigo e sim o ladrão que estava falando. Chegou a dizer que estava com gosto de sangue”, relatou Patrícia Domingos.

No dia 27 de janeiro, o comerciante procurou a polícia para denunciar as ameaças e a extorsão. Foi aconselhado e se dirigir até a Corregedoria-Geral da Secretaria de Defesa Social (SDS), que passou a companhar o caso. Por orientação da corregedoria, o comerciante marcou um encontro com o cabo. Eles foram ao local e combinaram a entrega e parte do dinheiro exigido. “Foi quandoo nós chegamos com a corregedoria e fizemos o flagrante”, comentou a delegada.

No momento da ação, o PM estava acompanhado por outro homem, que também foi preso. Essa pessoa estava com a arma do cabo, uma pistola ponto 40, de uso retristo. “ O PM foi autuado por extorsão e por entregar a arma de uso restrito a outra pessoa. O homem acobou autuado por posse ilegal de arma de fogo”, observou Domingos.

A delegada acredita que o cabo pode ter envolvimento em outros crimes semelhantes. Por isso, ela pede ajuda à população para fazer denúncias. “Quem souber de algo ou tiver sofrido ameaças desse PM deve ligar para o telefone (81) 3184.3725”, afirmou.

A delegada disse, ainda, que o cabo não quis prestar depoimento na delegacia. Alegou que só vai falar diante do juiz. O outro homem informou que estava guardando a arma no momento em que o PM deixava o carro para receber o dinheiro da extorsão.

 

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.