ONG busca doações para manter animais resgatados em Petrolina, PE

Publicado por
28 janeiro 2017 18h02

Associação Proteger tem cerca de 150 animais entre cães e gatos.
Voluntária pede doação de medicamentos, ração e outros produtos.

 Do G1 Petrolina

Com mais de 150 cães e gatos sob seus cuidados, a Associação Proteger, que cuida de animais resgatados das ruas de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, e Juazeiro, na Bahia, enfrenta dificuldade para cuidar dos bichos. É que, com o alto número de animais, o custo para manter os bichos está elevado.

De acordo com a voluntária da Organização Não Governamental (ONG) Proteger, Nayanna dos Santos, existe uma necessidade de doações constantes para ajudar no trabalhado na ONG. “As doações nunca são suficientes. A gente tem, sempre, que fazer ações para levantar fundos”, afirmou a voluntária. A Associação Proteger atua desde 2012 e já contabilizou mais de duas mil vidas salvas, desde então.

Por mês, a Associação Proteger tem um gasto mínimo de R$ 6 mil. Há necessidade de ração para cães e gatos adultos e filhotes, medicamentos, além de produtos de higiene, como xampus e talco antipulga, e dos produtos de limpeza, como água sanitária e sabão em pó.

Ações para arrecadar fundos

Por causa do alto custo para manter os animais, com frequência a Proteger organiza eventos para arrecadar fundos, entre eles o festival de tortas, bazar de roupas e encontros “pet”. Atualmente, os voluntários montaram um estande de vendas com produtos personalizados da Associação. “Quando você compra um adesivo, um calendário, uma camisa conosco, você está ajudando a alimentar um de nossos animais, a dar atendimento médico, qualidade de vida”, disse.

E como ajudar?

A Proteger dispõe de uma conta bancária para contribuições financeiras e também de voluntários para receber ou buscar outros tipos de doações. Outra forma de ajuda é com o trabalho voluntário. Para fazer parte da Proteger basta gostar de animais. Os interessados podem entrar em contato com a ONG através da página oficial da Associação Proteger.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.