PE alerta para risco de surto de infestação por Aedes aegypti em 60 cidades

Publicado por
26 janeiro 2017 21h47

Os dados do primeiro ciclo do LIRAa de 2017 foram divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) e correspondem ao período entre 1º e 21 de janeiro.

Por G1 PE

Dos 184 municípios pernambucanos, 60 estão em risco de surto de infestação por mosquitos que transmitem zika, chikungunya e dengue. Os dados do primeiro ciclo do Levantamento Rápido de Índice para Aedes aegypti (LIRAa) de 2017 foram divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). Eles correspondem ao período entre os dias 1º e 21 de janeiro. O boletim ainda aponta 60 cidades em situação de alerta e 45 consideradas satisfatórias.

Dezenove municípios ainda não informaram o resultado do primeiro LIRAa do ano. São eles: Angelim, Belém de Maria, Buenos Aires, Buíque, Cabrobó, Cumaru, Dormentes, Feira Nova, Ferreiros, Glória de Goitá, Ilha de Itamaracá, Itaíba, Itaquitinga, Jatobá, Lagoa dos Gatos, Machados, Primavera, São Lourenço da Mata e Tacaratu.

Vale ressaltar que Fernando de Noronha não entra no balanço. Isso porque a ilha não tem indicação técnica para realização do levantamento, segundo a SES.

O Recife conseguiu manter o índice de infestação de 1.2, considerado estável. De acordo com a Secretaria de Saúde da capital, apenas o bairro da Várzea, Zona Oeste, apresentou “risco muito alto” de infestação pelo Aedes com 6.6 de índice.

Porém, bairros como Torre, Ipsep, Brejo do Beberibe, Córrego do Jenipapo, Macaxeira, Passarinho, Arruda e Campo Grande não registraram o índice.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.