Servidores públicos de PE denunciam dificuldades para agendar exames e autorizar cirurgias

Publicado por
11 março 2017 11h57

Centro de Atendimento Especializado do Sassepe, no Recife, fica lotado de servidores que tentam agendar exames (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Longas filas e muitas horas de espera são enfrentadas pelos servidores que tentam agendamento no Centro de Atendimento Especializado do Sassepe, no Recife.

POR G1 PE

Os servidores públicos do estado, ativos e aposentados, e seus dependentes cadastrados no Sistema de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado de Pernambuco (Sassepe) têm enfrentado dificuldades para conseguir agendar exames clínicos e conseguir o carimbo de autorização dos procedimentos. Longas filas e muitas horas de espera são queixas comuns entre os funcionários que tentam fazer marcações no Centro de Atendimento Especializado, no bairro do Espinheiro, na Zona Norte do Recife. (Veja vídeo acima)

Vídeos enviados ao WhatsApp da Globo Nordeste mostram tumultos no local por causa da demora no atendimento. Desde o fim de janeiro deste ano, a servidora pública Maria do Carmo Araújo tenta agendar uma ultrassonografia. “É a quinta vez que tento pegar o carimbo em dois exames. Há quatro horas, estou em pé porque não tem uma cadeira para sentar”, reclama.

Precisando fazer exames com urgência devido ao tratamento contra um câncer, a servidora Maria de Fátima Peixe também relata dificuldades para conseguir o agendamento de procedimentos clínicos no Sassepe. “Eu sou paciente oncológica e vim autorizar exames, peguei a ficha 208 e estou esperando desde às 11h e, às 15h, ainda não fui atendida. Não dizem nada, apenas para aguardar”, conta.

Outra reclamação dos pacientes é sobre os laboratórios particulares que eram conveniados ao Sassepe. Segundo servidores que estavam no Centro de Atendimento Especializado na tarde desta sexta-feira (10), esse serviço não está mais disponível. “Não estão mandando para nenhum laboratório credenciado. Minha saúde está sendo comprometida e estou sendo prejudicada”, revela a servidora Adeilza Fernandes dos Santos.

Também de acordo com os pacientes, esses problemas vêm acontecendo desde o ano passado, quando aconteceu a troca da empresa terceirizada que é responsável pelo agendamento dos exames.

“A nova administração que está na liberação de exames e cirurgias está dificultando a vida dos funcionários. Não liberam e, quando liberam, dão a senha errada. Eu mesma passei cinco dias para liberar uma fisioterapia. Quando cheguei na clínica, a senha estava errada. Eu tive que voltar e pegar uma senha de novo”, relata a estudante Gislene Grande, filha da servidora Bernadete Gomes Garcia e dependente dela no Sassepe.

Ela conta ainda que a mãe também está enfrentando dificuldades por causa da demora na liberação de um procedimento cirúrgico. “Minha mãe está acamada, com dor, esperando liberar a cirurgia de hérnia de disco desde o dia 3 de janeiro. Estamos em março e não tem uma previsão”, desabafa.

Resposta

Por meio de nota, o Instituto de Recursos Humanos (IRH) de Pernambuco, que administra o Sistema de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado de Pernambuco (Sassepe), informou que melhorias estão sendo implantadas na Central de Atendimento Especializado (CAE). “Durante o processo de atendimento, os auditores analisam a necessidade e a adequação dos procedimentos solicitados antes de liberá-los, de forma a garantir maior segurança aos usuários e melhor gestão dos recursos públicos”, segundo o texto.

Ainda de acordo com o IRH, a CAE, que é administrada por uma empresa especializada em gestão de sistema de saúde contratada pelo Sassepe para operação dos serviços de regulação médica, passou por uma reforma geral em setembro de 2016. “A central dobrou a capacidade de atendimento nos guichês e ganhou, entre as melhorias na infraestrutura, a troca de toda a mobília; aumento de 40% no número de cadeiras para clientes aguardando senha; implantação da sala de perícia reservada; e implantação de mais um link de internet, para evitar quedas no sistema”, finaliza a nota.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.