Uma em cada três brasileiras foi vítima de violência em 2016

Publicado por
8 março 2017 14h20

Violência doméstica (Thinkstock/VEJA/VEJA)

Pesquisa do instituto Datafolha, divulgada nesta quarta-feira pelo jornal Folha de S. Paulo, mostra que o  Brasil tem bem pouco a comemorar no Dia Internacional da Mulher. Segundo o levantamento, uma em cada três brasileiras com 16 anos ou mais foi espancada, xingada, ameaçada, agarrada, perseguida, esfaqueada, empurrada ou chutada em 2016.

A pesquisa “Visível e Invisível: a Vitimização de Mulheres no Brasil”, realizada a pedido do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, entrevistou mulheres de todo o país e ouviu de 29% delas a afirmação de que foram vítimas de violência verbal, física ou psicológica.

Segundo o estudo, 66% dos brasileiros presenciaram uma mulher sendo agredida física ou verbalmente no ano passado,  e 61% dos agressores eram conhecidos das vítimas. Os casos de violência ocorreram em casa em 43% das vezes, na rua em 39% e 5% no trabalho, mesmo porcentual para as ocorrências nas baladas.

Apesar de todas as campanhas contra a violência e em prol dos direitos da mulher, 52% das entrevistadas que relataram casos de de agressão não fizeram nada para punir o agressor. Das 48% que tomaram alguma medida, 13% procuraram ajuda na família, 12% foram atrás dos amigos e 5% apelaram à igreja que frequentam.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.